Palestra: Inovar na Educação: o projeto para a construção do futuro

Conteúdo da Palestra

Estamos em 2018, vivemos em uma sociedade com ritmo cada vez mais acelerado, na qual as mudanças são mais bruscas do que antigamente. Cada vez há mais pessoas interligadas, numa sociedade permeada de tecnologias que aceleram suas vidas, as aproximam, as afastam.

 

Vivemos novos tempos, vivemos tempos exponenciais, VIVEMOS UM NOVO MUNDO! Onde a tecnologia digital está cada vez mais presente, transformando mercados, telefones celulares, redes sociais, internet das coisas, computação em nuvens, todas as tecnologias integradas e convergidas, e as Tecnologias Disruptivas que vêm impulsionando a Quarta Revolução Industrial (inteligência artificial, impressão 3D, robotização, mobilidade autônoma, drones, realidade virtual, realidade aumentada) ganham cada vez mais espaço.

 

As grandes transformações dos últimos 20 anos, impulsionadas pelos avanços da tecnologia, têm contribuído para a instauração de modelos de gestão disruptivos, em qualquer parte do mundo, tendo como principal alicerce a Inovação. “Estamos a bordo de uma revolução tecnológica que transformará a forma como vivemos, trabalhamos e nos relacionamos”. Neste momento, atravessamos uma ponte, do automático/automatizado para o esperto/inteligente, uma grande transformação. A partir de agora o mundo não será mais o mesmo, UM NOVO RUMO é preciso!

 

No novo mundo, os mindsets serão combinados e reprogramados. O segredo para encarar a nova era da evolução é pensar criativamente em todas essas transformações e desenvolver nosso talento, novas habilidades e competências, como fatores críticos para o sucesso.

 

Se quisermos um país inovador, competitivo em escala global, empreendedor e com muito mais crescimento, é preciso focar no capital humano que irá encarar os desafios das próximas décadas, a partir de agora. Inovar na Educação é o jeito certo para construir o Futuro.

 

Diante dessa demanda: como podemos desenhar um futuro centrado nas pessoas? como podemos fazer com que as pessoas deem um passo além, rumo às possibilidades dessa nova era? Para a escola de hoje a grande questão passa a ser o que ensinar ou, mais precisamente, o que os alunos precisam saber? quais são as novas habilidades que serão tão exigidas e como desenvolvê-las diante das adversidades políticas e econômicas que o país enfrenta?

 

Claramente, para a educação contemporânea é relevante que os jovens aprendam a aprender; pensem de forma diferente sobre o que aprendem e, se possível, durante o processo, descubram seus interesses e aspirações.

 

A palestra é voltado para Profissionais, Empresários, Empreendedores nas Áreas de Educação, Representantes de Associações de Classe, Dirigentes Educacionais, Professores de Ensino Fundamental, Médio e Superior, Pais e Estudantes; interessados em fazer a diferença na sociedade, para gerar valor e impactar o mundo através da Educação.

 

De modo provocativo são apontados os principais problemas da educação tradicional e os desafios da escola para quebrar grandes paradigmas, de um lado o engessamento das diretrizes curriculares, a defasagem e falta de conexão dos conteúdos, regulamentados pelo MEC, e do outro lado a falta de protagonismo do professor, os métodos ineficazes para viabilizar a relação ensino / aprendizagem e a cobrança das gerações de pais tradicionais que ainda imperam.

 

A palestra apresenta um método, que busca a criação de modelos de trabalho no ambiente acadêmico, que estimula o protagonismo do educador e desperta o interesses do educando na aprendizagem, de maneira significativa.

 

A abordagem se fundamenta na resolução de problemas através da aprendizagem baseada em projetos, uma alternativa interdisciplinar e multidisciplinar, que incorpora a inovação como fator estratégico, permitindo à Educação sair do modo de sobrevivência para um estágio de crescimento pleno, o estratégico.

 

Através de um case de sucesso, a palestra define o caminho para solucionar problemas através da prototipagem de soluções, e do seu “ciclo de invenção”: imaginar, construir, testar, errar, aperfeiçoar, até chegar a um protótipo viável, mediante um modelo de trabalho aberto e colaborativo que propicie o empoderamento dos estudantes, transformando-os em produtores ativos de suas ideias e acionando a possibilidade de chegarem mais longe do que poderiam individualmente, o que resulta do trabalho em equipe e do espírito de liderança naturalmente estruturado.

 

Minibio Palestrante:

Modesto Ferrer – Missão: Influenciar as pessoas a buscar o autoconhecimento e a alta performance para conquistarem seus propósitos de vida.

 

Formado em Engenharia Mecânica, com Doutorado em Engenharia, MBA em Gestão Empresarial, Master Coach e Coaching Estratégico de PNL, com cursos em Pedagogia e Psicopedagogia do Ensino Superior. Vem atuando nos últimos 25 anos como professor universitário, ocupando diferentes cargos de direção em instituições de ensino superior. Atualmente e professor na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), no Centro Tecnológico de Joinville, onde atua como Coordenador do Curso de Engenharia Automotiva e coordena o Projeto de Competição Fórmula SAE.

Trabalha há mais de 15 anos na coordenação de projetos de inovação na educação, mediante o uso de metodologias ativas de aprendizagem, com foco no desenvolvimento profissional e humano dos educandos, estimulando os processos de criatividade e inovação, o espírito empreendedor e de liderança, entre outras competências. Lidera projetos de inovação com foco no desenvolvimento de produtos e processos, fomentando a integração de profissionais da indústria com a academia.

É palestrante, mentor e coach em gestão de carreira, nas áreas de tecnologia. Já ministrou palestras em eventos nacionais e internacionais, no Brasil e no exterior, impactando a vida de mais de 10 000 pessoas.